Histórias são criaturas selvagens


Bom, como havia prometido, hoje vim falar sobre o filme Sete minutos depois da meia-noite dirigido por Juan Antonio Bayona. Como já disse antes antes o filme é ótimo e super recomendo, e como vocês já devem saber, ele é baseado no livro de mesmo nome do escritor Patrick Ness, que eu ainda não li, mas que já tinha uma enorme vontade de ler e que só aumentou com o filme. Então, segue a sinopse do filme:
O garoto Conor tem muitos problemas na vida. Seu pai é muito ausente, a mãe sofre um um câncer em fase terminal, a avó é uma megera, e ele é maltratado na escola pelos colegas. No entanto, todas as noites Conor tem o mesmo sonho, com uma gigantesca árvore que decide contar histórias para ele, em troca de escutar as histórias do garoto. Embora as conversas com a árvore tenham consequências negativas na vida real, elas ajudam Conor a escapar das dificuldades através do mundo da fantasia.
Pra começar os efeitos especiais são incríveis, tipo, muito incríveis mesmo, eu adorei. O garoto que interpreta Conor, Lewis MacDougall, soube interpretar muito bem o personagem na minha opnião e confesso que chorei o filme quase todo (como sempre né kkk). A atuação de Felicity Jones, a mãe, também foi incrível, e deixou tudo mais emocionante.
E é impossível não comentar as visitas noturnas do monstro da árvore, que apesar de ser bastante inconveniente, e atrapalhar bastante a vida do garoto, também ajuda ele, e muito, a superar a bola de neve de acontecimentos na vida de Conor.
Não sei dizer qual cena mais me emocionou, mas sei que o filme foi simplesmente incrível no geral, e eu não podia deixar de falar sobre ele aqui no blog, e minha nota pra ele de 0 a 5 acho que vocês já sabem:

 E vocês, assistiram o filme? Gostaram? Deixem aí nos comentários a opinião de vocês, vou adorar saber.
Beijinhos e até a próxima.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Só leio, só amo, só vivo cada palavra.

Apenas Nuvens

Uma breve história de tudo