A nova seleção começa

Depois de ler os três primeiros livros da série "A Seleção" de Kiera Cass eu simplesmente não sabia o que esperar de "A Herdeira", o quarto livro da série. Para ser sincera eu não estava nem um pouco animada em lê-lo e com um receio enorme de que toda aquela magia dos outros livros se desfizesse de uma forma desnecessária.
Mas enfim, não sei porque, quase um ano depois de ter lido "A Escolha" eu resolvi que estava na hora de continuar a série, e minha nossa... pelo amor dos pandas!!! Porque eu não li esse livro antes? Ele é simplesmente tão perfeito quanto os outros, e a história, apesar de não ser mais sobre a maravilhosa América Singer, e sim sobre a filha dela Eadlyn Schreave, ainda sim consegue cativar tanto quanto fosse.
No começo eu não dava nada, por que parecia a mesma história contada de uma forma diferente, como se fosse o ponto de vista de Maxon contado por Eadlyn, mas eu me enganei completamente, e agora estou simplesmente louca para ler "A Coroa" e saber quem foi o escolhido da nova seleção. Sem falar que dessa vez não são dois homens competindo pelo coração de uma mulher, e sim 35 que mal sabem que ela só está ali porque é seu dever como futura rainha.
O modo como Kiera descreve os conflitos internos de Eadlyn faz você se sentir a cada minuto na pele da personagem, e você se vê, involuntariamente, apaixonada por cada um daqueles rapazes, e assim como ela sem saber qual escolheria "se" fosse escolher algum.
E não sei como ela consegue, mas ficou perfeito a forma como ela uniu os fatos da nova seleção com a seleção de América Singer. Resumindo: super recomendo, e já aviso: estou com o coração na mão de tanta vontade de ler o próximo, e com certeza já estaria lendo se eu o tivesse em minha prateleira. Simplesmente Kiera Cass está mais uma vez de parabéns, e acredito realmente que qualquer um que goste de um bom romance irá amar essa série tanto quanto eu.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Só leio, só amo, só vivo cada palavra.

Apenas Nuvens

Uma breve história de tudo